Você sabe como funciona o crédito consignado?

Para facilitar o entendimento, dividimos este post em alguns tópicos:

Como funciona o crédito consignado?

Ao contrair o crédito consignado, as parcelas serão descontadas diretamente do salário ou da aposentadoria, fazendo com que uma parte da renda fique comprometida antes mesmo de o consumidor recebe-la, o que pode dificultar o seu planejamento e aumentar os gastos com o pagamento de juros, podendo até mesmo levar ao super-endividamento, se não for bem planejado.

Hoje em dia, mais de 20% da renda das famílias brasileiras é usada apenas para pagamento de suas dívidas, segundo o Banco Central.

Quando vale a pena pegar empréstimo consignado?

Crédito pode ser um aliado ou um inimigo para o seu orçamento. O crédito consignado é uma das linhas de crédito mais baratas do mercado, por isso pode ser a salvação em várias situações. Quem trabalha com carteira assinada, é aposentado, pensionista do INSS ou funcionário público tem maior facilidade para acessar e conseguir o empréstimo, mas é preciso cautela. Para conseguir sair das dívidas ou realizar seus sonhos, às vezes é preciso ter algum tipo de crédito na praça. A seguir, listamos as vantagens e desvantagens do crédito consignado.

Vantagens do crédito consignado

– Taxas de juros menores

Para uma emergência, ele se faz ideal, como por exemplo na compra de um medicamento mais caro ou conserto de um vazamento de água em casa.

– Facilidade para contratar

Como o banco tem a garantia de recebimento, há pouca burocracia para contratar e a liberação do dinheiro na conta é rápida. Lembrando que suas dívidas não podem comprometer mais de 20% de sua renda.

– Prazos mais longos

Quanto maior o prazo, melhor é o planejamento, e no caso do crédito consignado, as instituições financeiras costumam oferecer prazos de pagamentos mais longos, chegando, em alguns casos, até 120 meses para pagar.

Desvantagens do crédito consignado

– Risco de perder o emprego

Se você trabalha em uma empresa privada, caso fique desempregado, terá de quitar o empréstimo de uma vez só ou trocar o consignado por outro empréstimo, que custa mais caro.

Além disso, é comum o contrato de consignado prever o desconto de até 30% do valor que você irá receber na rescisão.

– Dívida de longo prazo

Imprevistos acontecem o tempo todo – senão, a taxa de dívidas da população seria bem menor – se um deles pegar você de surpresa e você ainda tiver o consignado descontado de seu salário por muitos meses, terá outra opção para resolver seu problema sem entrar em mais dívidas? Por isso, pense bem antes de contratá-lo

– Sem chance de adiar

Por conta de o desconto ser feito diretamente de seu pagamento, você não poderá adiar ou suspender o débito. Renegociar o crédito é possível, mas muito difícil.

Quando vale a pena usar o crédito consignado?

– Se a parcela couber no bolso e não comprometer outras contas;

– Para quitar dívida cara, no cheque especial ou no rotativo do cartão de crédito, por exemplo, já que os juros são muito maiores nessas duas modalidades;

– Ao iniciar um negócio ou realizar uma pequena reforma em casa, pois permite um financiamento dos materiais por um prazo maior

Quando não vale a pena usar o crédito consignado?

– Para pagar compras do dia-a-dia. Se você precisa recorrer a empréstimos para isso, o mais adequado seria rever seu orçamento, cortar gastos ou aumentar sua renda.

– Usar o dinheiro do empréstimo para fazer uma aplicação. Por mais baixos que sejam os juros, a relação custo-benefício não vale à pena.

– Se alguém te pedir dinheiro emprestado, seja um familiar ou amigo, pedir para contratar o empréstimo em seu nome, não aceite. Essa pessoa pode acabar se enrolando e quem irá pagar a dívida é você.

Se eu for demitido, como fica meu empréstimo consignado?

Caso isso aconteça, é importante ir até a credora e informar o ocorrido. Como você não receberá mais salário, não tem como descontar as parcelas do seu empréstimo e nesses casos, a credora refaz a negociação, redefinindo a forma de pagamento e prazo. Os juros também podem aumentar na nova negociação, já que não tem a garantia do pagamento com o salário mensal. Em outras palavras, o seu empréstimo que era consignado, se torna um empréstimo pessoal comum.

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *