Jovem morre ao tentar fazer uma foto na beirada de um precipício

Muitas pessoas gostam de colocar as suas vidas em risco para poderem tirar fotos que consideram maravilhosas. Para isso, se aproximam de animais ou se posicionam em lugares totalmente fora de segurança para se estar, a fim de obter a imagem desejada. Mas até onde vale o risco para se obter uma foto boa? Arriscar a vida para tirar uma foto, vale a pena?

Pelo visto, esta jovem não achava que havia um limite seguro para poder arriscar sua vida tirando fotos. Ao visitar uma região muito rochosa em um determinado local na Austrália. Seu nome era Zoe Woolmer e tinha apenas 23 anos de idade. Ela morava na Inglaterra e estava de férias, quando caiu de uma montanha de trinta metros de altura.

No final das contas, a culpa caiu em cima da empresa que organizava as excursões para o local, visto que ninguém orientou ou chegou a proibir que a jovem se aproximasse demasiadamente do abismo evitando assim a tragédia.

Ainda, outras pessoas afirmam que os funcionários, ao invés de ajudar na prevenção de acidentes, fazem o contrário, encorajando as pessoas a ficarem debruçadas nas rochas para olhar a vista à baixo. O que infelizmente acabou da pior forma para Zoe.

 

 

Fonte: ZipBr

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *