Ensaio sensual de Bombeira pode gerar prisão

5o9i6buanax87notuhgnffdfy

 

A soldado do Corpo de Bombeiros de Curitiba, Lilian Villas Boas, de 32 anos, participou de um ensaio fotográfico para um projeto do fotógrafo Arnaldo Belotto, que tem como objetivo retratar a liberdade da mulher. Segundo Belotto, ela ficou sabendo que uma amiga havia feito o ensaio, e lhe agradou a proposta do trabalho, que não tem fins lucrativos e sim mostrar a liberdade feminina.

Foram para o site do projeto, as imagens, e precisou ser retirada em menos de 12 horas. De acordo com o fotógrafo, uma delegada do Rio de Janeiro deu um print nas fotos e enviou ao comandante de Curitiba. Após isso a bombeira (Lilian) começou a receber ameaças e pressões dos comandantes para que as imagens fossem retiradas do ar”, afirmou o fotografo.

Lilian  poderá recorrer da decisão, no entanto deverá responder a um processo disciplinar. A falta foi considerada média pelos superiores, que poderá resultar em pena dos oito dias de prisão.

Arnaldo Belotto contestou a decisão dizendo: “Não tem cabimento eles darem essa punição pra ela. Não fizemos fotos dela com o uniforme da corporação. Isso é um abuso. Essas fotos são de cunho particular”.

Sobre as acusações de que a mulher teria sofrido ameaças e pressões para que as fotos fossem retiradas, a PM se limitou a dizer que iria comentar apenas o que estava escrito na nota.

47oo3wnef77ghja602t0iu61q

 

Fonte: O Dia

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *