Desvendando 15 fatos que possivelmente você também acreditava

Alguns fatos que quase todo mundo acredita, pode não estar tão correto assim. Confira:

Desde que nascemos são nos passados alguns ensinamentos que vem de pai para filho por gerações, e mesmo que nunca foram realmente verdade as seguimos como tabus impostos á nos.

Assim como desde que nascemos, somos ensinados que não podemos voar, alguns fatos também são nos ensinados e faz com que jamais tenhamos dúvidas sobre veracidade do mesmo.

Porém existe muita coisa que a possivelmente você também acredite, que pode não ser verdade.

Confira 15 fatos desvendados, que ainda muita gente acredita:
1. Que os cachorros suam pela baba

Muita gente ainda acredita que os cachorros se refrescam pela saliva, porém na realidade eles controlam a temperatura corporal pelo suor nos pés.  

2. O álcool pode matar células cerebrais

Mesmo que o abuso de álcool seja elevado, as células cerebrais não podem ser mortas por ele somente danificadas.

3. Os capacetes de chifres dos vikings

Todo mundo acredita fielmente que os vikings usavam capacetes com chifres, quando na verdade foi criado para uma ópera no séc XIX por um profissional de figurino.

 

4. As piramides do Egito foram construídas por escravos

Naquela época somente os arquitetos e construtores mais respeitados podiam trabalhar em tal obra. E a honra foi tanta, que eles eram até sepultados próximos a magnifica construção.

5. Van Gogh realmente cortou a orelha por uma mulher

Muita gente acredita que Van Gogh arrancou a própria orelha e deu à uma amante, porém na realidade foi arrancada somente uma parte e foi durante uma briga que teve contra Paul Gauguin. O que ele fez com o pedaço arrancado ainda é uma incógnita.

6. O significado de SOS

Muita gente crê fielmente que o significado de SOS é Salve nosso Navio (Save Our Ship). Porém, ele não tem um significado propriamente dito, eles simplesmente usam esse código morse por seu de fácil uso.

7. Se tocar em bebes de pássaros eles serão abandonados

Isso é uma crença popular muito usada, porém não condiz com a verdade. O olfato dos pássaros é muito limitado, portanto não seria capaz de distinguir o cheiro do humano em suas crias a ponto de abandona-los.

8. Juntos no mesmo período?

Apesar de tantos filmes e serias terem mostrado os seres humanos convivendo junto com os dinossauros, isso é uma mentira gigantesca. Eles são separados por nada menos que cerca de 64 milhões de anos.

9. Lado direito e esquerdo do cérebro

Muita gente acredita que, cada lado do cérebro aprende somente coisas de acordo com o seu lado especifico, porém qualquer parte do cérebro pode aprender coisas indiferente de seu lado no corpo.

10. Laminas de barbear engrossam o pelo

Um dos fatos que provavelmente é mais usado até o momento, mas, que não condiz com a realidade. Barbear não engrossa o pelo ou cabelo, o que faz é afiar a ponta do fio, que ao sentir aparenta estar mais grossa, mas continua no mesmo tamanho sempre.

11. Somente usamos 10% do cérebro

Outro fato que vai ser desmascarado aqui. Usamos cerca de todo a região cerebral para as funções motoras normais.

12. Peixinho dourado e sua memória de 3 segundos

Pode ser que o peixe dourado não seja uma das criaturas aquáticas mais inteligentes, mas mesmo assim eles contam com uma memória que dura até 3 meses.

13. Açúcar causa hiperatividade

Alguns estudos ainda discutem isso, mesmo crianças submetidas a dietas de açúcar podem sofrer de hiperatividade, constando que o açúcar pode não ser o malfeitor.

14. Morcegos cegos

Esses animais são fantásticos, não somente eles enxergam como podem usar a ecolocalização para se guiar.

15. Bebidas alcoólicas aquecem

Muita gente acredita que a bebida alcoólica aquece em dias frios, mas, na verdade ela agiliza o corpo a se resfriar. O que acontece é que quando ingerimos álcool, as veias próximas a pele se dilatam e assim passam mais sangue o que da a sensação de aquecimento, porém esse sangue está perdendo muita temperatura rapidamente.

 

Fonte: PortalInteressante

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *