Adriane Galisteu Conta Sobre Trauma com Papai Noel


Adriane Galisteu resolveu contar sobre seu trauma de infância relacionado ao Papai Noel.
Aos seis anos de idade ela entrou na pré-escola. No primeiro dia de aula a professora que se chamava Regina, pediu que cada um dissesse seu nome e como tinha sido o natal. Adriane, como era a primeira da chama foi quem começou contando do seu natal. Ai a professora disse: “Vocês já são grandes, já estão na escola, Papai Noel não existe.”
Meu mundo caiu de um jeito que nem lanchei, foi uma terrível supresa para mim, fui pra casa e queria saber porque minha mãe havia mentido para mim sobre o Papai Noel, disse Adriane.
A mãe de Adriane foi na escola, chamou o diretor, foi a maior confusão.

About

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *